Karl Marx

Fonte: ProleWiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Karl Marx (5 de maio de 1818 - 14 de Março de 1883) foi um filósofo, economista, historiador, sociólogo, teórico político, jornalista e socialista revolucionário alemão do século XIX, que, acompanhando de seu amigo e colaborador de longa data Engels, formularam as leis do desenvolvimento da sociedade humana baseado no método materialista histórico-dialético.

Marx ainda é um dos mais importantes pensadores do movimento comunista, tendo escrito vários livros sobre o capitalismo e sua exploração intrínseca; ele destacou as contradições do modelo capitalista de produção e ajudou a desenvolver modelos econômicos socialistas. Seus ensaios, como "O Capital" e "Manifesto do Partido Comunista" são trabalhos que obtiveram influência internacional após suas publicações.

Vida e trabalho

Marx nasceu na pequena cidade de Trier, no sul da Prússia Renana - onde hoje é a Alemanha - na fronteira com a França. Naquele tempo, Trier tinha apenas 12 mil residentes, e de 1798 até 1814, a cidade pertencia à França, mudando após a derrota de Napoleão e anexação da Região à Prússia.

Ele era o terceiro, de nove crianças, de Hirschel e Henriette, e pertencia a pequena e próspera burguesia de Trier.

Foi um dos grandes gênios do século XIX, fundador da imortal ciência do proletariado, o socialismo científico, da teoria e prática da luta de classes, e doa revolução internacional do proletariado moderno. Os ideais comunistas devem à ele por sua teoria e programa científico. Sua base sistemática se apoia nos princípios do materialismo dialético. Por meio de suas análises acertadas de problemas concretos - seja uma questão de descobrir as leis internas do capitalismo ou de explicar períodos e eventos determinados pela história da humanidade - Marx demonstrou a superioridade do materialismo dialético como o método teórico para pesquisar as relações históricas-sociais da humanidade do passado, como um motor para o conhecimento verdadeiro (concreto) da evolução social no presente, bem como para a determinação de tendências de desenvolvimento no futuro.

Sua brilhante crítica sobre a sociedade burguesa era tanto destrutiva quanto construtiva: destrutiva na medida em que proclamou a morte da burguesia, e construtiva na medida em que anunciou a vitória do proletariado. Sua dialética é, ao mesmo tempo, método de pesquisa e diretriz da ação humana. Seu materialismo dialético se estende não apenas ao conhecimento das leis da história humana, mas também ao conhecimento da história natural.

O método de pensamento e ação que constitui o marxismo é a arma mais preciosa do proletariado em sua luta pela emancipação humana.

Abaixo, se cita alguns dos trabalhos mais importantes de Marx, em ordem crononógica:

  • Manuscritos Econômicos e Filosóficos de 1844 (1844);
  • A Sagrada Família (1844);
  • A Ideologia Alemã (com Friedrich Engels) (1845-1846);
  • Miséria da Filosofia (1847);
  • Manifesto do Partido Comunista (com Friedrich Engels) (1847);
  • Trabalho Assalariado e Capital (1847);
  • As Lutas de Classes na França de 1848 a 1850 (1850);
  • O 18 de Brumário de Luís Bonaparte (1851-1852);
  • Contribuição para a crítica da economia política (1859);
  • Herr Vogt (1860);
  • Salário, Preço e Lucro (1865);
  • O Capital, Volume 1 (1867).

Postumamente publicado:

  • O Capital, Volume 2 (1893);
  • O Capital, Volume 3 (1894);
  • Crítica ao Programa de Gotha (1875);
  • Teorias sobre a Mais-Valia (1863)

Os últimos três são costumeiramente consideramos como partes de O Capital, Volume 4

Outros trabalhos adicionais por Marx para se ler e estudar são "Formações Econômicas Pré‑capitalistas", "A Guerra Civil nos Estados Unidos", "Cartas aos Americanos" e um volume único de "Trabalhos Selecionados". Também é importante a coleção de artigos sobre Marx por Lenin, "Os Ensinamentos de Karl Marx".